Antecipação do 13º salário do INSS para aposentados é esperada, mas também preocupa

O Governo já sinalizou se pretende antecipar o 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS, em 2021, mas existe um ponto que preocupa beneficiários.

Os aposentados e pensionistas do INSS esperam receber o adiantamento da primeira parcela do 13º salário ainda no primeiro semestre de 2021, como aconteceu em 2020.

Em janeiro, o Sindicato Nacional dos Aposentados da Força Sindical fez o pedido de antecipação dos valores da primeira parcela do 13º salário do INSS para aposentados, segundo o presidente do sindicado, João Inocentini.

Preocupação

Segundo Warley Martins Gonçalles, presidente da Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos, a entidade tenta um encontro com representantes do governo federal para debater o adiantamento dos valores ainda neste primeiro semestre, sem que os aposentados sejam prejudicados.

O que preocupa os segurados do INSS é que uma portaria publicada pelo governo, em janeiro, cobra dos herdeiros do aposentado que morre e já havia recebido o adiantamento as parcelas pagas “a mais”.

“Estamos tentando falar com alguém do governo, mas até agora não conseguimos. Nossa preocupação é com essa regra. Do que adianta a gente receber adiantado e depois ter que devolver? Antes, se a gente morria, a viúva não tinha nada que devolver o dinheiro”, afirmou o presidente da Confederação.

O que diz o governo sobre a antecipação?

Segundo João Inocentini, extraoficialmente, o pagamento adiantado do 13º salário do INSS para aposentados e pensionistas teria sido confirmado pelo ministro Paulo Guedes (Economia), mas não houve resposta oficial.

Procurado, o Ministério da Economia informou que não comentaria o assunto. No entanto, a antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS já havia sido sinalizada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.  (G1)