Associações rejeitam proposta absurda da Cabesp

O último ataque do Banco Santander, por intermédio dos seus prepostos na Cabesp, sobre retirada de patrocínio, foi amplamente rejeitada pelas associações e sindicatos

É notório que o Santander vem atacando os direitos dos remanescentes banespianos, tentando, no caso da Cabesp, alterar radicalmente o sistema de atendimento médico, hospitalar e laboratorial até aqui adotado com sucesso. Caso seja implantado, esse atendimento descredenciaria hospitais tradicionais de São Paulo, com sério impacto na qualidade geral do atendimento aos associados.

Seria concedida, também, exclusividade para uma rede de laboratórios denominada DASA, que passaria a atender todos os beneficiários da Cabesp.

As Associações não aceitaram esse projeto da Cabesp e entraram na Justiça visando impedir a sua adoção pelo nosso plano de saúde.

Agora, seu último ataque aos nossos interesses foi feito em uma petição na Justiça, na ação que as Associações movem contra a CABESP para impedi-la de alterar o sistema de atendimento médico.

Nessa proposta o Banco Santander atingiu o absurdo de submeter às Associações a sua saída da Cabesp (retirada do patrocínio), sem mencionar uma frase sequer a respeito do seu imenso passivo com as contribuições futuras, que atingem cifras bilionárias, em suas obrigações para com a saúde dos aposentados e para com aqueles que ainda estão na ativa.

Clique aqui para ler a íntegra da nossa petição em resposta a essa proposta esdrúxula

Outra atitude da direção da Cabesp que nos causou perplexidade foi o fato da Presidente ter ligado para as associações pedindo uma reunião com a intenção de explicar a proposta de retirada de patrocínio.

As associações aceitaram prontamente, pois, como sempre foi dito, estamos abertos ao diálogo. Essa reunião ocorreria na última terça-feira, dia 17/12, às 17 h, mas para a nossa surpresa foi desmarcada a pedido da Presidente da Cabesp poucas horas antes do horário marcado.

Dessa forma, fica mais uma vez evidenciado que as Associações e os Sindicatos estão dispostos a continuar na defesa dos nossos interesses, lutando juntos contra o Banco Santander, que insiste em retirar direitos.

ABESPREV AFABESP AFUBESP SEEB SP CONTRAF