Benefício integral só sairá com 40 anos de contribuição

A nova proposta do governo Michel Temer para a reforma da Previdência somente permitirá a aposentadoria integral para o segurado que, no futuro, atingir 40 anos de contribuição e a idade mínima de 65 anos (homem) e 62 (mulheres), confirmou ontem o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Atualmente, homens a partir dos 65 anos e mulheres com 60 anos ou mais podem se aposentar com 100% da média dos seus maiores salários se comprovarem 30 anos de contribuição.

Pelas regras atuais, há ainda outros caminhos para o benefício integral, como o 85/95.

O ministro também adiantou que, no novo texto, a aposentadoria de quem tiver 15 anos de recolhimentos será de 60% da média salarial. (Agora São Paulo)