Copom: Ata indica inflação confortável

Em pesquisa Reuters, todos os 35 economistas consultados já esperavam a manutenção da Selic neste patamar
BC indica inflação confortável e assimetria menos intensa em balanço de riscos, segundo ata do Copom
O Banco Central vê medidas de inflação subjacente em níveis confortáveis, também ressaltando que a assimetria do seu balanço de riscos está menos intensa, segundo ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta terça-feira.”Os membros do Copom discutiram a queda das projeções recentes para a inflação e os níveis de diversas medidas de inflação subjacente. Avaliaram que essas encontram-se em níveis apropriados ou confortáveis e que as projeções indicam convergência da inflação em direção às metas ao longo de 2019 e 2020″, afirmou o BC no documento divulgado nesta terça-feira.Na semana passada, o BC manteve a taxa de juros no seu piso histórico de 6,5 por cento, conforme amplamente esperado pelo mercado, e indicou que vê um quadro mais benigno para a inflação, retirando qualquer menção a uma eventual alta dos juros à frente.Em pesquisa Reuters, todos os 35 economistas consultados já esperavam a manutenção da Selic neste patamar, o que ocorreu pela sexta reunião consecutiva do Copom  (Reuters)