Inclua trabalhos antigos e antecipe a aposentadoria

Os segurados com contribuições ao INSS antes de 1976 podem encontrar dificuldades em incluir esse períodos na hora de pedir a aposentadoria.

Por mais que os valores não entrem no cálculo, usar essas contribuições mais antigas pode garantir até mesmo a antecipação da aposentadoria.

Para isso, é preciso ter em mãos a documentação que comprove o tempo trabalhado.

Essa dificuldade ocorre porque, até 1975, o instituto considerava como registro apenas as anotações na carteira de trabalho.

Um ano depois, a Rais (Relação Anual de Informações Sociais) foi criada e, até hoje, as empresas são obrigadas a informar os dados dos funcionários ao Ministério do Trabalho.

Quem perdeu a carteira de trabalho, por exemplo, ou tem algum período sob suspeita pode ter dor de cabeça para garantir esse reconhecimento do período anterior à Rais.

Atualmente, o Cnis (Cadastro Nacional de Informações Sociais) armazena esses dados antigos da Rais e, desde 1989, quando foi criado, é o principal documento usado na hora de conceder a aposentadoria. (Agora São Paulo)