INSS: como consultar benefícios sem precisar ir a uma agência

Mais de 90 serviços podem ser consultados pelo telefone e pelo site ou app Meu INSS. Entre eles estão pedidos de aposentadoria, salário maternidade, pensão e auxílio-doença. Veja como fazer.

 

Consultar um benefício do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) pode ser feito de casa, sem a necessidade de deslocamento para uma das agências.

Existem três meios para as consultas: por telefone, por site ou por aplicativo.

Confira abaixo:

Por telefone

Uma maneira simples de fazer a consulta dos benefícios do INSS e obter informações sobre eles é através da central de atendimento por telefone, no número 135. Ao ligar, informe o número do CPF e confirme algumas informações cadastrais, de forma a evitar fraudes, e informe sobre qual benefício quer informações. O atendimento está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Pelo site

O segurado pode acessar o site Meu INSS, que reúne diversos serviços digitais do INSS. Após fazer o login, na tela inicial, clique no serviço de “Extrato de Pagamento” e você terá acesso ao seu extrato e todos os detalhes sobre o pagamento do benefício.

No site, também é possível acessar outros serviços do INSS como agendamentos, solicitação de extratos e consulta do número do benefício.

Pelo aplicativo

A consulta do benefício também pode ser feita pelo aplicativo Meu INSS, disponível para Android e iOS. Assim como no acesso pelo site, de início, é necessário fazer o login, e então, todos os serviços disponíveis e histórico das informações do beneficiário serão listados.

 

Pedido e análise de benefícios

De acordo com o INSS, até mesmo dar entrada em um benefício pode ser feito à distância. Mais de 90 serviços podem ser solicitados diretamente pelo site ou aplicativo Meu INSS. Entre eles:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Salário maternidade;
  • Pensão por morte;
  • Auxílio-doença;
  • Seguro Desemprego do Pescador Artesanal;
  • Benefícios Assistenciais;
  • Certidão de tempo de contribuição;
  • Alterar local ou forma de pagamento;
  • Cadastrar ou renovar procuração ou representante legal;
  • Solicitar pagamento de benefício não recebido;
  • Recurso e revisão.

Além disso, é possível enviar a documentação digitalizada, escaneada ou fotografada pelo celular pelas ferramentas.

Após a solicitação, é possível acompanhar, com o número do protocolo de requerimento, o andamento do pedido.

Após a análise, o INSS vai dar um dos seguintes diagnósticos para o benefício solicitado:

  • Habilitado: quando o pedido ainda está em avaliação;
  • Deferido: quando o benefício foi aprovado e será concedido;
  • Indeferido: quando o benefício foi analisado e negado para o segurado.

(G1)

https://g1.globo.com/economia/noticia/2022/03/22/inss-como-consultar-beneficios-sem-precisar-ir-a-uma-agencia.ghtml