Facebooktwittergoogle_plusmailFacebooktwittergoogle_plusmail

Em 2010, foi instituído pela Organização Mundial da Saúde, o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais a ser comemorado em 28 de Julho.
As hepatites virais são doenças provocadas por diferentes vírus que apresentam características  distintas (A,B,C,D e E). Possuem distribuição universal e existem diferenças territoriais na ocorrência e magnitude destas de acordo com o agente etiológico e o tipo de exposição das pessoas aos vírus.
O “Julho Amarelo” visa conscientizar sobre a importância da prevenção, do diagnóstico e do tratamento das Hepatites Virais.
As hepatites A e B podem ser prevenidas por vacinação. Existe cura para hepatite C e tratamento para hepatite B. Até o momento, não há vacina para a hepatite C.

Informações sobre a doença

Estima-se que cerca de 71 milhões de pessoas estejam infectadas pelo vírus da hepatite C em todo o mundo e que cerca de 400 mil vão a óbito todo ano, devido a complicações desta doença, principalmente por cirrose e carcinoma hepatocelular.
O Ministério da Saúde estima que 0,7% da população, entre 15 e 69 anos, no Brasil teve contato com o vírus da hepatite C. O que corresponde a aproximadamente 1 milhão de pessoas. Desses, estimase que quase 700.000 pessoas tenham a doença e necessitam de acompanhamento e tratamento.
Os mecanismos conhecidos para a transmissão dessa infecção são os seguintes:

  • Transfusão de sangue e uso de drogas injetáveis: o mecanismo mais eficiente para transmissão desse vírus é pelo contato com sangue contaminado. Desta forma, as pessoas com maior risco de terem sido infectadas são:
  1. que receberam transfusão de sangue e/ou derivados, sobretudo para aqueles que utiliza ram estes produtos antes do ano de 1993, época em que foram instituídos os testes de triagem obrigatórios para o vírus C nos bancos de sangue em nosso meio;
  2. que compartilharam ou compartilham agulhas ou seringas contaminadas por esse vírus como usuários de drogas injetáveis.
  • Hemodiálise: alguns fatores aumentam o risco de aquisição de hepatite C por meio de hemodiálise, tais como desinfecção inadequada de todos os instrumentos e superfícies ambientais.
  • Acupuntura, piercings, tatuagem, manicures, barbearia, instrumentos cirúrgicos: qualquer procedimento que envolva sangue pode servir de mecanismo de transmissão desse vírus, quando os instrumentos utilizados não forem devidamente limpos e esterilizados. Isto é válido para tratamentos odontológicos, pequenas ou grandes cirurgias, acupuntura, piercings, tatuagens ou mesmo procedimentos realizados em barbearias e manicures.
  • A prática do uso de droga inalada com compartilhamento de canudo também pode veicular sangue pela escarificação de mucosa.
  • Relacionamento sexual: esse não é um mecanismo freqüente de transmissão, a não ser em condições especiais. Estudos publicados na literatura científica mostram uma variabilidade de 0-3% de transmissão sexual do HCV na população geral, sem fatores de risco para Infecções Sexualmente transmissíveis. Pessoas com múltiplos parceiros ou que tenham outras doenças de transmissão sexual (como a infecção pelo HIV) têm um risco maior de adquirir e transmitir essa infecção. O relacionamento sexual anal desprotegido também aumenta o risco de transmissão desse vírus, provavelmente por microtraumatismos e passagem de sangue. No sêmen, o vírus foi encontrado em concentrações muito baixas e de forma inconstante, não suficiente para manter a cadeia de transmissão e manter a disseminação da doença.
  • Transmissão vertical e aleitamento materno: a transmissão do vírus da hepatite C durante a gestação ocorre em menos de 5% dos recém-nascidos de gestantes infectadas por esse vírus. O risco de transmissão aumenta quando a mãe é também infectada pelo HIV (vírus da imunodeficiência humana). A transmissão do HCV pelo aleitamento materno não está comprovada.
  • Acidente ocupacional: o vírus da hepatite C (HCV) só é transmitido de forma eficiente por meio do sangue. A incidência média de soroconversão, após exposição percutânea com sangue sabidamente infectado pelo HCV é de 1,8% (variando de 0 a 7%). O risco de transmissão em exposições a outros materiais biológicos, que não o sangue, não é quantificado, mas considera-se que seja muito baixo. Nenhum caso de contaminação envolvendo pele não-íntegra foi publicado na literatura.
  • Transplante de órgãos e tecidos: o vírus HCV pode ser transmitido de uma pessoa portadora para outra receptora do órgão contaminado.

Em cerca de 10 a 30% dos casos dessa infecção, não é possível definir qual o mecanismo de transmissão envolvido.

Atividades no Julho Amarelo

Nesse ano, a proposta do Programa Estadual de Hepatites Virais- CVE-CCD- SES-SP para o Julho Amarelo envolve intensificação da testagem para hepatite C com foco nos maiores de 40 anos, bem como aconselhamento para todos e, nos casos positivos o encaminhamento para realização de exames complementares e tratamento se indicado.
O grande desafio, principalmente nessa população, é o diagnóstico da doença. Por ser uma doença de longa evolução e que, geralmente, não apresenta sintomas, essas pessoas podem ter se contaminado no passado e não sabem que têm o vírus. Porém, a infecção pode evoluir para formas mais graves como a cirrose ou o câncer hepático. Por isso a recomendação de realização do teste para hepatite C pelo menos uma vez na vida, com o objetivo de diagnosticar e tratar o mais precocemente.
Várias atividades acontecerão no Estado de São Paulo para comemorar o Julho Amarelo.
O Programa Estadual de Hepatites Virais do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) da Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD) da Secretaria de Estado da Saúde (SES)- SP propôs aos municípios a intensificação da testagem para hepatite C em maiores de 40 anos no período de 16 a 31 de julho de 2018. Além de facilitar o acesso à testagem, o objetivo é divulgar o tema à população em geral.

Em todo Estado, 327 municípios aderiram a essa iniciativa

Lista de municípios participantes:

Municípios de São Paulo GVE
Adamantina 19- MARILIA
Águas de Lindóia 17- CAMPINAS
Agudos 15- BAURU
Alambari 31- SOROCABA
Altair 14- BARRETOS
Altinópolis 24- RIBEIRAO PRETO
Alto Alegre 11- ARAÇATUBA
Alumínio 31- SOROCABA
Álvares Machado 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Álvaro de Carvalho 19- MARILIA
Alvinlândia 19- MARILIA
Americana 17- CAMPINAS
Américo Brasiliense 12- ARARAQUARA
Andradina 11- ARAÇATUBA
Anhembi 16- BOTUCATU
Anhumas 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Aparecida 33- TAUBATÉ
Apiaí 32- ITAPEVA
Araçariguama 31- SOROCABA
Araçatuba 11- ARAÇATUBA
Aramina 18- FRANCA
Araraquara 12- ARARAQUARA
Araras 20- PIRACICABA
Arco-Íris 19- MARILIA
Areias 33- TAUBATÉ
Areiópolis 16- BOTUCATU
Ariranha 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Artur Nogueira 17- CAMPINAS
Arujá 8- MOGI DAS CRUZES
Assis 13- ASSIS
Avaré 16- BOTUCATU
Barra do Chapéu 32- ITAPEVA
Barra do Turvo 23- REGISTRO
Barretos 14- BARRETOS
Barrinha 24- RIBEIRAO PRETO
Barueri 10- OSASCO
Bastos 19- MARILIA
Batatais 24- RIBEIRAO PRETO
Bauru 15- BAURU
Bebedouro 14- BARRETOS
Bernardino de Campos 13- ASSIS
Bertioga 25- SANTOS
Bilac 11- ARAÇATUBA
Birigui 11- ARAÇATUBA
Biritiba-Mirim 8- MOGI DAS CRUZES
Boa Esperança do Sul 12- ARARAQUARA
Bom Sucesso de Itararé 32- ITAPEVA
Borborema 12- ARARAQUARA
Botucatu 16- BOTUCATU
Brodósqui 24- RIBEIRAO PRETO
Buri 32- ITAPEVA
Buritama 11- ARAÇATUBA
Caçapava 27- SAO JOSE DOS CAMPOS
Cachoeira Paulista 33- TAUBATÉ
Caconde 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Caieiras 9- FRANCO DA ROCHA
Caiuá 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Cajamar 9- FRANCO DA ROCHA
Cajati 23- REGISTRO
Cajuru 24- RIBEIRAO PRETO
Campos do Jordão 33- TAUBATÉ
Campos Novos Paulista 19- MARILIA
Cândido Mota 13- ASSIS
Cândido Rodrigues 12- ARARAQUARA
Canitar 13- ASSIS
Capão Bonito 31- SOROCABA
Capivari 20- PIRACICABA
Caraguatatuba 28- CARAGUATATUBA
Carapicuíba 10- OSASCO
Cardoso 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Casa Branca 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Cássia dos Coqueiros 24- RIBEIRAO PRETO
Castilho 11- ARAÇATUBA
Catanduva 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Catiguá 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Cerquilho 31- SOROCABA
Cesário Lange 31- SOROCABA
Conchal 20- PIRACICABA
Conchas 16- BOTUCATU
Cordeirópolis 20- PIRACICABA
Corumbataí 20- PIRACICABA
Cotia 10- OSASCO
Cruzália 13- ASSIS
Cruzeiro 33- TAUBATÉ
Cunha 33- TAUBATÉ
Descalvado 12- ARARAQUARA
Diadema 7- SANTO ANDRE
Dobrada 12- ARARAQUARA
Dumont 24- RIBEIRAO PRETO
Eldorado 23- REGISTRO
Embu-Guaçu 10- OSASCO
Emilianópolis 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Espírito Santo do Pinhal 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Estiva Gerbi 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Estrela do Norte 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Euclides da Cunha Paulista 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Fernando Prestes 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Fernão 19- MARILIA
Ferraz de Vasconcelos 8- MOGI DAS CRUZES
Flórida Paulista 19- MARILIA
Francisco Morato 9- FRANCO DA ROCHA
Franco da Rocha 9- FRANCO DA ROCHA
Gabriel Monteiro 11- ARAÇATUBA
Gália 19- MARILIA
Garça 19- MARILIA
Gavião Peixoto 12- ARARAQUARA
Guaimbê 19- MARILIA
Guapiara 32- ITAPEVA
Guararapes 11- ARAÇATUBA
Guararema 8- MOGI DAS CRUZES
Guaratinguetá 33- TAUBATÉ
Guariba 24- RIBEIRAO PRETO
Guarujá 25- SANTOS
Guarulhos 8- MOGI DAS CRUZES
Herculândia 19- MARILIA
Hortolândia 17- CAMPINAS
Iacanga 15- BAURU
Ibitinga 12- ARARAQUARA
Ibiúna 31- SOROCABA
Igaraçu do Tietê 15- BAURU
Igarapava 18- FRANCA
Igaratá 27- SAO JOSE DOS CAMPOS
Iguape 23- REGISTRO
Ilha Comprida 23- REGISTRO
Ilha Solteira 11- ARAÇATUBA
Ilhabela 28- CARAGUATATUBA
Indiaporã 30- JALES
Iporanga 23- REGISTRO
Ipuã 18- FRANCA
Iracemápolis 20- PIRACICABA
Irapuã 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Irapuru 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Itaberá 32- ITAPEVA
Itaí 16- BOTUCATU
Itanhaém 25- SANTOS
Itaóca 32- ITAPEVA
Itapetininga 31- SOROCABA
Itapeva 32- ITAPEVA
Itapirapuã Paulista 32- ITAPEVA
Itápolis 12- ARARAQUARA
Itaporanga 16- BOTUCATU
Itapuí 15- BAURU
Itapura 11- ARAÇATUBA
Itaquaquecetuba 8- MOGI DAS CRUZES
Itararé 32- ITAPEVA
Itariri 23- REGISTRO
Itatiba 17- CAMPINAS
Itirapuã 18- FRANCA
Itobi 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Ituverava 18- FRANCA
Jacareí 27- SAO JOSE DOS CAMPOS
Jales 30- JALES
Jandira 10- OSASCO
Jardinópolis 24- RIBEIRAO PRETO
Jeriquara 18- FRANCA
Jundiaí 17- CAMPINAS
Junqueirópolis 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Juquiá 23- REGISTRO
Juquitiba 10- OSASCO
Laranjal Paulista 16- BOTUCATU
Leme 20- PIRACICABA
Lençóis Paulista 15- BAURU
Limeira 20- PIRACICABA
Lins 15- BAURU
Lorena 33- TAUBATÉ
Luiziânia 11- ARAÇATUBA
Lutécia 13- ASSIS
Macatuba 15- BAURU
Macaubal 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Magda 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Mairinque 31- SOROCABA
Mairiporã 9- FRANCO DA ROCHA
Manduri 16- BOTUCATU
Marabá Paulista 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Maracaí 13- ASSIS
Marília 19- MARILIA
Martinópolis 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Matão 12- ARARAQUARA
Mendonça 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Miracatu 23- REGISTRO
Mirante do Paranapanema 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Mococa 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Moji das Cruzes 8- MOGI DAS CRUZES
Moji-Mirim 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Mombuca 20- PIRACICABA
Monte Alto 24- RIBEIRAO PRETO
Monte Azul Paulista 14- BARRETOS
Monte Castelo 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Morro Agudo 18- FRANCA
Motuca 12- ARARAQUARA
Murutinga do Sul 11- ARAÇATUBA
Nantes 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Natividade da Serra 33- TAUBATÉ
Nhandeara 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Nipoã 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Nova Aliança 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Nova Campina 32- ITAPEVA
Nova Europa 12- ARARAQUARA
Nova Granada 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Nova Independência 11- ARAÇATUBA
Olímpia 14- BARRETOS
Oriente 19- MARILIA
Osasco 10- OSASCO
Oscar Bressane 19- MARILIA
Osvaldo Cruz 19- MARILIA
Ouro Verde 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Palmares Paulista 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Palmital 13- ASSIS
Panorama 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Paraguaçu Paulista 13- ASSIS
Paraíso 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Parapuã 19- MARILIA
Pardinho 16- BOTUCATU
Pariquera-Açu 23- REGISTRO
Paulicéia 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Paulo de Faria 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Pederneiras 15- BAURU
Pedregulho 18- FRANCA
Pedrinhas 13- ASSIS
Penápolis 11- ARAÇATUBA
Piacatu 11- ARAÇATUBA
Piedade 31- SOROCABA
Pindamonhangaba 33- TAUBATÉ
Piracicaba 20- PIRACICABA
Piraju 16- BOTUCATU
Pirajuí 15- BAURU
Pirapozinho 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Pirassununga 20- PIRACICABA
Piratininga 15- BAURU
Poá 8- MOGI DAS CRUZES
Pompéia 19- MARILIA
Pongaí 15- BAURU
Pontal 24- RIBEIRAO PRETO
Porto Feliz 31- SOROCABA
Porto Ferreira 12- ARARAQUARA
Potim 33- TAUBATÉ
Pratânia 16- BOTUCATU
Presidente Bernardes 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Presidente Epitácio 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Presidente Venceslau 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Promissão 15- BAURU
Quatá 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Queiroz 19- MARILIA
Quintana 19- MARILIA
Regente Feijó 21- PRESIDENTE PRUDENTE
Registro 23- REGISTRO
Ribeira 32- ITAPEVA
Ribeirão Branco 32- ITAPEVA
Ribeirão Grande 31- SOROCABA
Ribeirão Pires 7- SANTO ANDRE
Ribeirão Preto 24- RIBEIRAO PRETO
Rifaina 18- FRANCA
Rinópolis 19- MARILIA
Rio Claro 20- PIRACICABA
Rio das Pedras 20- PIRACICABA
Riversul 32- ITAPEVA
Rosana 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Sagres 19- MARILIA
Sales Oliveira 18- FRANCA
Salesópolis 8- MOGI DAS CRUZES
Salmourão 19- MARILIA
Salto 31- SOROCABA
Salto Grande 13- ASSIS
Santa Adélia 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
Santa Bárbara d`Oeste 17- CAMPINAS
Santa Branca 27- SAO JOSE DOS CAMPOS
Santa Cruz da Conceição 20- PIRACICABA
Santa Cruz das Palmeiras 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Santa Cruz do Rio Pardo 13- ASSIS
Santa Fé do Sul 30- JALES
Santa Gertrudes 20- PIRACICABA
Santa Isabel 8- MOGI DAS CRUZES
Santa Lúcia 12- ARARAQUARA
Santa Mercedes 22- PRESIDENTE VENCESLAU
Santana de Parnaíba 10- OSASCO
Santo André 7- SANTO ANDRE
Santo Antônio do Pinhal 33- TAUBATÉ
Santópolis do Aguapeí 11- ARAÇATUBA
Santos 25- SANTOS
São Carlos 12- ARARAQUARA
São José do Barreiro 33- TAUBATÉ
São José do Rio Preto 29- SAO JOSE DO RIO PRETO
São José dos Campos 27- SAO JOSE DOS CAMPOS
São Lourenço da Serra 10- OSASCO
São Luís do Paraitinga 33- TAUBATÉ
São Manuel 16- BOTUCATU
São Roque 31- SOROCABA
São Sebastião 28- CARAGUATATUBA
São Sebastião da Grama 26- SAO JOAO DA BOA VISTA
Sarapuí 31- SOROCABA

Adicionalmente, o Programa Estadual de Hepatites Virais realizará as seguintes atividades:

Abertura da Intensificação dia 16 de julho de 2018 das 10 às 15 horas 

– Evento comemorativo na Casa das Rosas-Av. Paulista, 37 oferecendo aconselhamento, teste rápido para a hepatite C e atividades de prevenção e esclarecimento para a população. Esse evento é organizado pelo Programa Estadual de Hepatites Virais em parceria com o Programa Estadual de Infecções Sexualmente Transmissíveis-IST/HIV/Aids-CCD-SES-SP e conta com o apoio da Secretaria da Cultura do Estado.

Dia 24 de julho de 2017 das 8 às 14 horas

– “Jornada do Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais B e C”, no Centro de Convenções Rebouças- Av. Rebouças, 600- Pinheiros- São Paulo que reunirá cerca de 200 profissionais das áreas clínica e de saúde pública interessados em hepatites virais para um amplo debate de questões envolvidas em assistência, prevenção e vigilância epidemiológica. Esse evento é organizado pelo Programa Estadual de Hepatites Virais.

Fechamento da Intensificação dia 31 de julho de 2018 das 9 às 16 horas

– Evento “Julho Amarelo” no Palácio do Governo, oferecendo teste rápido para a hepatite C, aconselhamento, atividades de prevenção e esclarecimentos para os colaboradores. Esse evento é organizado pelo Programa Estadual de Hepatites Virais em parceria com o Programa Estadual de IST HIV/Aids e os Departamentos Médico e de Recursos Humanos do Palácio do Governo.

Contato 

Centro de Vigilância Epidemiológica- CVE – Programa Estadual Hepatites Virais Emails para contato  dvhepa@saude.sp.gov.br dcavalcante@saude.sp.gov.br

Tel 3066-8755