IGP-DI registra deflação de 0,38% em julho, aponta FGV

O Índice Geral de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI), medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), registrou deflação de 0,38% em julho. Os dados divulgados nesta sexta-feira (5) indicam uma queda acima do esperado pelos analistas, que apostavam em uma redução dos preços na ordem de 0,15%

O resultado de julho compensa parte da alta de 0,62% registrada em junho, e foi impactado pela queda no preço das commodities. Apesar disso, o índice ainda acumula alta de 7,44% no ano e 9,13% em 12 meses.

André Braz, coordenador de índices de preços da FGV, afirma que, além das commodities, também houve o impacto da queda nos preços de combustíveis e da energia elétrica ao consumidor.

As quedas verificadas nos preços de grandes commodities – minério de ferro (de -1,63% para -12,94%), soja (de -0,81% para -2,27%) e milho (de -3,30% para -4,98%) – explicam a desaceleração da inflação ao produtor, a qual fechou em queda de 0,32%. No âmbito do consumidor prevalecem as contribuições dos energéticos, principalmente gasolina (de 0,18% para -14,24%) e energia elétrica (de -0,41% para -5,13%)”, explicou, em comunicado divulgado pela FGV.

Os preços dos combustíveis e da energia foram reduzidos artificialmente com a queda de impostos estaduais aprovada no Congresso. Analistas, porém, indicam que isso tende a gerar uma maior pressão inflacionária para os próximos meses, sobretudo o ano que vem. (O Tempo)

https://www.otempo.com.br/politica/governo/igp-di-registra-deflacao-de-0-38-em-julho-aponta-fgv-1.2711168

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.